O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008
roleta louca

 

Os casinos não são lugares recomendáveis. Neles se faz quase tudo o que se não deve. Há usura, extorsão, prostituição, droga, corrupação, ruína, desgraça. Qualquer pessoa de bem, no seu perfeito juízo, passa ao lado e não entra.

Alí tudo se joga, até a seriedade do Estado e a reputação das Instituções. Negoceia-se a redacção dos preceitos da lei.

Commonsense não conhece os detalhes do que se passou com o casino de Lisboa, mas receia que não seja coisa boa. Sobretudo, envergonha-se por ver gente sem pudor a discutir como e quem conseguiu que uma lei de interesse público fosse redigida no interesse do particular.

Que vergonha! Tenham pudor! Revoguem aquela lei de vez, fechem aquele casino e, por uma vez, para amostra, metam alguém na cadeia!

 


sinto-me: enojado

publicado por commonsense às 21:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008
assinaturas fantasma

 

Commonsense nunca assinou projectos, textos ou documentos que não fossem da sua autoria.

 

Commonsense tirou o seu curso numa Faculdade decente, do Estado, e passou todos os exames sem favores de ninguém.

 

Commonsense não acredita na licenciatura de Sócrates e tem sérias dúvidas sobre o contexto em que foram por ele assinados projectos que - segundo consta - não eram dele.

 

Commonsense acha que esta coisa das assinaturas tem de ser melhor explicada. Deve ser perguntado àqueles que encomendaram os projectos a quem é que os encomendaram, se os pagaram, quanto e a quem.

 

Commonsense acha importante saber se não haverá casos de corrupção autárquica por detrás destas assinaturas de projectos que - alegadamente - seriam da verdadeira autoria de técnicos da Câmara que os iria aprovar.

 


sinto-me: enojado

publicado por commonsense às 20:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008
BCP

Commonsense não tem acções do BCP, nem é cliente, e não quer!


sinto-me: aliviado
tags:

publicado por commonsense às 22:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008
O Presidente da ASAE


Do Jornal Russo Pravda, recolhemos esta notícia:

 Director da ASAE apanhado por violar a lei de tabaco

02.01.2008 Source: Pravda.ru URL: http://port.pravda.ru/cplp/portugal/21046-diretor-0
 

O diretor da Autoridade da Segurança Alimentar e Económica (ASAE) , o órgão responsável pela aplicação da proibição ao fumo em locais públicos em Portugal foi apanhado por um repórter do Jornal de Notícias no dia 01 de janeiro fumando num casino, infringindo a lei no primeiro dia em que ela entrou em vigor.

Antonio Nunes disse ao jornal que não sabia que a nova lei, que proíbe o fumo em cafés, restaurantes e bares, também se aplicava aos cassinos. Mas um porta-voz do Ministério da Saúde disse e pergunta: É preciso o diploma voltar à Assembleia da República devido à interpretação?

   

"Entendemos que os casinos e as salas de jogo estão abrangidos pela nova lei do tabaco.
  
Esta estabelece como princípio geral o limite do consumo do tabaco em locais fechados de utilização colectiva e, portanto, sendo os casinos e salas de jogo recintos fechados não podem deixar de ser incluídos na lei", diz a jurista da DGS, Nina de Sousa Santos, responsável pelo estudo interpretativo do diploma.
 
'Teremos que analisar o que está contido na lei', disse Nunes.
 
© 1999-2006. «PRAVDA.Ru». No acto de reproduzir nossos materiais na íntegra ou em parte, deve fazer referência à PRAVDA.Ru As opiniões e pontos de vista dos autores nem sempre coincidem com os dos editores.

 

Não vale a pena disfarçar. Esta vergonha já chegou longe demais. Não pode ficar incólume. Este senhor tem de ser demitido. Já!

 

Não é aceitável num país europeu a divisão do povo em duas classes: uns que podem fazer o que quer que seja que nada lhes acontece e outros para quem nunca há contemplações.

 

Os pedófilos da Casa Pia safam-se, enquanto os outros são condenados a penas pesadas; os traficantes e agentes de falcatruas são presos, enquanto que os do Banco ... recebem salários milionários e nada lhes acontece; os comuns alunos das faculdades chumbam nos exames quando não estudam, enquanto o Sócrates é Primeiro Ministro; nos cafés e restaurantes normais, a ASAE actua com brutalidade, enquanto no casino é o Presidente da Asae que fuma em frente de toda a gente. E nem sequer pede desculpa ou mostra vergonha (que não tem). Diz que os casinos estão isentos da proibição.

 

Isto é mau de mais para ser verdade! Isto não pode continuar assim!


sinto-me: enojado

publicado por commonsense às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sábado, 22 de Dezembro de 2007
o gonçalvismo

 

Em 1975, o gonçalvismo foi um excesso tresloucado de esquerdismo, com total afastamento da realidade, que foi necessário expurgar e meter na ordem com mão firme.

 

Hoje, o gonçalvismo é um excesso de tresloucado de dinheirismo, com total fastamento da realidade, que vai ser necessário expurgar e meter na ordem com mão firme.

 

Ambos desprezaram a legalidade, passaram-lhe por cima e ao lado, fizeram tudo o que é proibido.

Ambos agiram enlouquecidos, em 1975, pela revolução; agora, pelo dinheiro. Em 1975, por Vasco Gonçalves; agora, por Jardim Gonçalves.

 

São tão perigosos um como o outro.

 

O primeiro foi permitido pela fraqueza da Democracia, que não sabia responder, mas acabou por fazê-lo.

 

O actual foi permitido por um fenómeno conhecido que se chama "a captura do supervisor pelo supervisionado".  Nem Constâncio nem o Banco de Portugal souberam ou quiseram controlar o BCP. Só tarde e más horas intervieram.

 

Mas não basta recusar o reconhecimento da idoneidade aos administradores do BCP: é preciso responsabilizar também exemplarmente aqueles que, no Banco de Portugal, permitiram que tudo isto se passase, por negligência, por incompetência, por ... , e declarar também a sua inidoneidade para continuarem no exercício de funções de supervisão bancária.

 

Porque será que Portugal está condenado a oscilar entre o gonçavismo da revolução e o gonçalvismo do dinheiro. Algum dia Portugal há-de ser adulto.

   

Constâncio não pode continuar com o seu ar de vestal, como se não fosse nada com ele.


tags:

publicado por commonsense às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

roleta louca

assinaturas fantasma

BCP

O Presidente da ASAE

o gonçalvismo

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds