O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum
Sábado, 27 de Dezembro de 2008
os Mártires e a multa

A Igreja dos Mártires, no Chiado, foi onde se rezou a primeira missa depois da reconquista de Lisboa aos mouros. Foi reconstruída depois do terramoto e é uma obra prima de arte do século XVIII. Foi recentemente restaurada durante mais de um ano em que ficou fechada.

Quando ficou pronta foi inaugurada pelo Cardeal Patriarca e houve muita satisfação.

Porém, demorou mais uns dias a tirar o último tapume na rua ao lado do que a licença permitia e foi multada pelo Câmara. O Prior dos Mártires fez uma exposição ao Presidente da Câmara e, passados quase três anos, no dia 23 de Dezembro, o Dr. António Costa mandou-lhe um presente para o sapatinho: multa de 2.500 euros, mais custas, para pagar ou executar.

No dia de Natal, Commonsense foi à missa aos Mártires. Commonsense é natural da freguesia dos Mártires e foi baptisado na Igreja dos Mártires. Não ia lá há muito tempo. Maravilhou-se com a qualidade do restauro e com a beleza da Igreja. No fim, o Prior dos Mártires, antes do ita missa est, pediu mais uma esmola: para pagar esta multa. Commonsense entregou tudo o que tinha na carteira. Os outros entregaram o que entenderam.

Mas é preciso mais dinheiro. Commonsense faz um apelo a todos os bloguistas de boa vontade: dêm uma esmola à Igreja dos Mártires, para ajudar a pagar a multa.

Commonsense está revoltado. Numa terra onde nunca ninguém é condenado, seja banqueiro, autarca, clube de futebol, pedófilo ou assassino, foi a Igreja dos Mártires a ser fulminada com poder repressivo do autarca socialista.

Depois de S. Vicente e de S. Bartolomeu dos Mártires, é a própria Igreja a sofrer perseguição



publicado por commonsense às 21:24
link do post | comentar | favorito
|

24 comentários:
De Fanicos a 29 de Dezembro de 2008 às 19:26
Só uma informação: a Basílica de N.ª Sr.ª dos Mártires esteve sembre aberta ao culto, mesmo durante as obras de restauro.

Passo a transcrever parte de um artigo que foi publicado pelo Expresso (da autoria desta humilde Fanicos, freguesa desta desta mesma freguesia):

"A Igreja dos Mártires foi a primeira freguesia de Lisboa, instituída por D. Afonso Henriques que aí mandou edificar, logo após a conquista desta cidade, em 1147, uma “igreja em nome e voz de mosteiro de nome e titulo de Santa Maria dos Mártires” , sobre uma ermida erigida pelos cruzados ingleses a fim de dar sepultura aos “mártires” da conquista de Lisboa.
Este é o ponto de partida da fundação da primeira Igreja dos Mártires que foi por isso a primeira igreja católica da cidade de Lisboa bem como a sua primeira paróquia e freguesia. Dela haveriam posteriormente de sair as freguesias de Stª Justa, S. Nicolau, Loreto, Encarnação, Chagas, Stª Catarina, S. Julião (extinta), Sacramento e S.Paulo.
Nos Mártires se realizaram os primeiros baptizados portugueses de Lisboa . A sua grande carga histórica é enriquecida por acontecimentos tão importantes que transcendem a freguesia e são de âmbito nacional, como por exemplo a recepção dos restos mortais do Infante Santo, para a primeira homenagem litúrgica, quando em 1472, vieram finalmente de Marrocos.
Figuras ilustres, naturais da freguesia dos Mártires, e na sua maioria aqui baptizadas ou residentes, são tantas que não é possível nomeá-las nesta curta nota; mas de acordo com “Lisboa – 1755, Memórias Proquiais”, registam pelo menos 7 reis e rainhas, 10 príncipes e infantes, 12 cardeais, bispos e arcebispos, 9 heróis de armas, 76 escritores e artistas de renome, sem falar nos mais recentes, como Fernando Pessoa. Calcula-se que a primitiva igreja tenha sido erigida no que é hoje o extremo do Largo da Academia de Belas Artes (antigo Largo da Biblioteca), mesmo ao cimo da calçada de S. Francisco, calçada esta que é também uma referencia ao histórico convento de S. Francisco da Cidade."

Quanto à multa, também acho inconcebível. E não vou limitar-se a contribuir para o seu pagament.
Quem se mete com Fanicos ...


De commonsense a 29 de Dezembro de 2008 às 19:39
Obrigado Fanicos. E preciso avisar toda a gente!


De Fanicos a 30 de Dezembro de 2008 às 01:56
Para começar, acabei de enviar este post ao gabinete do movimento Cidadãos por Lisboa.
É que, como lá disse, os Católicos de Lisboa também são Cidadãos.
Vamos lá ver, se a Roseta faz alguma coisa !


De Padre Armando Duarte a 7 de Janeiro de 2009 às 20:10
O Prior dos Mártires está grato pela solidariedade de Commonsense. Só dois esclarecimentos: 1. A Basílica esteve efectivamente fechada de Fevereiro a Novembro de 2005, embora as obras de reabilitação e restauro só tenham ficado concluídas a 1 de Janeiro de 2006; 2. A notificação da multa veio no início de Junho de 2008, tendo nessa altura pedido clemência, pedido que foi indeferido, pelo que recebi nova notificação em 23 de Dezembro de 2008 para pagar 2.398 € de multa no prazo de 10 dias.
Com a história toda escrevi uma "Carta aos Paroquianos dos Mártires", no dia 30 de Dezembro.
Padre Armando Duarte


De Nitocas a 7 de Janeiro de 2009 às 22:19
É inaceitável uma atitude destas! O sr. presidente da Câmara Municipal de Lisboa devia ter vergonha por permitir que se consumasse uma situação tão ignóbil sabendo, como toda a gente sabe, que as Igrejas da cidade são um equipamento ao serviço dos munícipes, pólos de atracção turística e centros de apoio social muito importantes ao serviço dos mais carenciados. Só se entende uma atitude destas vinda de um presidente da Câmara laico, ateu e que, encapotadamente para satisfazer o seu ego, prejudica a cidade, os seus habitantes e os turistas. Vamos divulgar, divulgar e divulgar, sem descanso, estas prepotências e injustiças para que nas eleições que se avizinham este sr. e os seus correlegionários percam os seus mandatos. Vou já divulgar esta vergonha pela minha mailinglist, façam o mesmo, divulguem!


De Sofia a 7 de Janeiro de 2009 às 22:24
Vivemos numa sociedade virada ao contrário. O que é certo e correcto é agora considerado errado e incorrecto. A perseguição à Igreja está acesa e os católicos verdadeiramente apaixonados por Ela a podem defender e valorizar cada vez mais. Esta é a melhor herança que podemos dar aos nossos filhos e aos filhos dos nossos filhos. Amar a Igreja, tal como Jesus pede-nos uma atitude coerente. Devemos todos escrever ao Dr. António Costa e mostrarmos a nossa profunda indignação.


De Idalina a 8 de Janeiro de 2009 às 14:07
E tem muita razão amigo commonsense. A atitude da Câmara revela bem o seu geitinho de gerir a crise económica e ...não só, que o Pais atravessa...A não ser que o dinheiro da multa aos Mártires esteja a fazer falta para abrir mais uns buracos na cidade, tapá-los para tornar a abri-los de novo... É claro que a Basílica, que vive apenas do que nós lhe damos mas que revela aos turistas o que na Baixa de Lisboa tem de mais belo sem cobrar um cêntimo por isso,já pagou a multa mas...a indignação é geral e a atitude do Senhor Presidente caiu mesmo mesmo muito mal...Quem procede assim não merece segundas oportunidades.E já agora, Boas Festas, que este ano há eleições!!!
Idalina Alegria


De Luís a 8 de Janeiro de 2009 às 16:18
Enfim, o que dizer?! O bom senso não imperou. Certamente a responsabilidade última será do senhor presidente da câmara, como responsável máximo, sem dúvida, mas a passagem da multa está a cargo dos serviços camarários com competência para tal. Aí, de facto, conhecedores de todos os pormenores da razão da permanência do contentor no local, poderiam ter feito uso de uma certa condescendência, tolerância...É caso para se dizer: o que andam os serviços camarários a fazer desde que terminaram as obras e só, 3 anos depois, se lembram de aplicar a coima? E ainda para mais, determinando um prazo de 10 dias para pagamento... Enfim!
É preciso continuar a edificar a Cidade De Deus e a Cidade dos Homens. Não há que esmorecer!A vida continua
Luís Filipe


De Anónimo a 8 de Janeiro de 2009 às 18:24
Uma grande falta de bom senso, esta multa! Estamos a viver uma época de "ataques" sucessivos à IGREJA!


De Anónimo a 8 de Janeiro de 2009 às 18:24
Uma grande falta de bom senso, esta multa! Estamos a viver uma época de "ataques" sucessivos à IGREJA!


Comentar post

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

de volta para o Blogger

o bastonário

broken windows

inocência

o bastonário

o regular funcionamento d...

Sócrates tem mesmo de ser...

bloco central revisited

o bairro da bela vista

um só Deus para tanta gen...

isto é uma vergonha (8) a...

SAP - sociedades anónimas...

a Chrysler faliu

viragem de rumo na Islând...

o Diário de Notícias e o ...

europeias 4 - o debate na...

the fool on the hill

europeias 3

combustíveis, concorrênci...

Vincent van Gogh

cego, surdo e mudo

sem eira nem beira

europeias 2

nem às paredes confesso.....

isto é uma vergonha (7) a...

candura

a sida, o comportamento s...

o bastoneiro da desordem

isto é uma vergonha (6) o...

Jennifer Junniper (Donova...

a saga do provedor

pinho & lino

o relatório Larosière

é preciso não perceber na...

madoff

consciência da impunidade

Portugal novo

já não era sem tempo

ó patego olh'ó balão

a cimeira europeia

tu quoque

isto é uma vergonha (5) "...

lá e cá, a Máfia

anomia

supervizinha

isto é uma vergonha (4) V...

invasão dos bárbaros

accionistas masoquistas

yes we can!

isto é uma vergonha (3) F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds