O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009
tanta hipocrisia
Quem vê os telejornais fica com a ideia de um pobre povo palestiniano a ser massacrado por um agressor implacável, sem sensibilidade, sem dó nem piedade. A comunidade internacional aprova deliberações no Conselho de Segurança da ONU a "apelar" a um cessar fogo imediato, para evitar uma crise humanitária.

Mas a verdade não é essa. Quem atacou, quem atirou a primeira pedra, nesta crise foi o Hamas palestiniano. E continua a lançar mísseis contra a população civil israelita, indiscriminadamente. Não os dispara contra o exército israelita, mas sim contra os civis. Mistura-se com os civis palestinianos que usa como escudos humanos. Cada criança palestiniana ferida ou morta é um triunfo político para o Hamas.

Quem é que viola as leis da guerra? Israel tenta - ao menos tenta - não atingir populações civis; o Hamas que visa deliberadamente os atingir os civis. Israel é um Estado Soberano que cumpre a sua obrigação de defender a sua população civil contra os mísseis do Hamas, e que tem - em Direito Internacional - o direito de auto-defesa, de se defender desses mísseis. O Hamas, por sua vez, não é um Estado Soberano, é um movimento terrorista, de cujos princípios consta a expressamente - e não o esconde - a destruição do Estado de Israel.

Esta trégua é necessária ao Hamas para se reabastecer, agora que a zona norte foi cortada da zona sul da Faixa de Gaza. Toda agente sabe isto, e é pura hipocrisia pedir a Israel que permita o reabastecimento do Hamas em armas e mísseis.

Israel saíu da península do Sinai, saíu do sul do Líbano, saíu da Faixa de Gaza, sempre com a garantia formal da comunidade internacional do seu direito à existência. Mas não adianta fazer concessões em troca do direito à existência, porque nada é respeitado pelos terroristas do Hamas. Não vão parar enquanto tiverem uma arma na mão. Toda a gente sabe isto.

Toda a gente sabe também que o Hamas é controlado pelo Irão, tal como o Hisbolah, e fará tudo para sabotar os planos de paz que forem acordados com os Estado Árabes moderados.

Toda a gente sabe - e sabe bem - que as hostilidades terão fim quando o Hamas parar de mandar mísseis contra as populações civis israelitas. Então deixará de haver civis mortos e feridos, deixará de haver crise humanitária.

Porquê, então, tanta hipocrisia?


publicado por commonsense às 19:02
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Fanicos a 15 de Janeiro de 2009 às 00:58
"Estado Árabes moderados."

Que é isso?


De commonsense a 15 de Janeiro de 2009 às 19:46
São oficialmente os que são governados por sunitas: por exemplo: Egipto, Jordânia, Tunísia, Marrocos, Arábia Saudita, e Emiratos. De qualquer modo sempre não menos maus que a Líbia, Síria, Irão (este é o pior; não é árabe mas passa por ser)


Comentar post

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

de volta para o Blogger

o bastonário

broken windows

inocência

o bastonário

o regular funcionamento d...

Sócrates tem mesmo de ser...

bloco central revisited

o bairro da bela vista

um só Deus para tanta gen...

isto é uma vergonha (8) a...

SAP - sociedades anónimas...

a Chrysler faliu

viragem de rumo na Islând...

o Diário de Notícias e o ...

europeias 4 - o debate na...

the fool on the hill

europeias 3

combustíveis, concorrênci...

Vincent van Gogh

cego, surdo e mudo

sem eira nem beira

europeias 2

nem às paredes confesso.....

isto é uma vergonha (7) a...

candura

a sida, o comportamento s...

o bastoneiro da desordem

isto é uma vergonha (6) o...

Jennifer Junniper (Donova...

a saga do provedor

pinho & lino

o relatório Larosière

é preciso não perceber na...

madoff

consciência da impunidade

Portugal novo

já não era sem tempo

ó patego olh'ó balão

a cimeira europeia

tu quoque

isto é uma vergonha (5) "...

lá e cá, a Máfia

anomia

supervizinha

isto é uma vergonha (4) V...

invasão dos bárbaros

accionistas masoquistas

yes we can!

isto é uma vergonha (3) F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds