O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum
Terça-feira, 18 de Março de 2008
os piercings

Commonsense não gosta de piercings. Nem entende como é que alguém pode gostar. Embora constate que há quem goste.

Mas esta de os proibir, deixa-o atónito.

Então não há nada mais importante para tratar no País?

É de recear que seja incumbida a ASAE de controlar e impor esta proibição.



publicado por commonsense às 23:28
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De padeiradealjubarrota a 26 de Março de 2008 às 00:25
Estamos num estado policial.
No caso dos noivos, mais vale juntar os trapinhos.
Será que tb vão chatear os familiares dos que morrem???


De Assumida a 28 de Março de 2008 às 02:06
Os piercings em menores que gostem concordo que sejam permitidos mas que precisem da autorização dos pais. É que há piercings mesmo tontos e que até podem ser perigosos, Mas os piercings podem-se retirar e os furos, embora haja casos em que não desaparecem completamente atenuam-se e fecham-se com o tempo.

As tatuagens já são um caso completamente diferente, São permanentes , Por alguma razão, acho eu, existe uma distinção entre menores e maiores de idade. E, todos nós sabemos que há Pais completamente tontos, Neste caso eu considero que devem ser equiparados ao direito de voto ou à possibilidade de andar a guiar um carro na estrada. Só deve mesmo ser permitido fazer tatuagens permanentes que for maior de idade.


De commonsense a 28 de Março de 2008 às 19:47
De acordo quanto às tatuagens.
Mas os piercings, francamente, parece-me excessivo. Sobretudo é de um paternalismo que me enerva.
Uma vez, em Bremen, um alemão dizia-me sobre estas coisas que eles tinham aprendido, da pior maneira, que é sempre pelas pequenas coisas que nos começam a tirar a liberdade.
Qualquer dia controlam se lavamos os dentes: também é um problema de saúde pública, não é?


Comentar post

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

de volta para o Blogger

o bastonário

broken windows

inocência

o bastonário

o regular funcionamento d...

Sócrates tem mesmo de ser...

bloco central revisited

o bairro da bela vista

um só Deus para tanta gen...

isto é uma vergonha (8) a...

SAP - sociedades anónimas...

a Chrysler faliu

viragem de rumo na Islând...

o Diário de Notícias e o ...

europeias 4 - o debate na...

the fool on the hill

europeias 3

combustíveis, concorrênci...

Vincent van Gogh

cego, surdo e mudo

sem eira nem beira

europeias 2

nem às paredes confesso.....

isto é uma vergonha (7) a...

candura

a sida, o comportamento s...

o bastoneiro da desordem

isto é uma vergonha (6) o...

Jennifer Junniper (Donova...

a saga do provedor

pinho & lino

o relatório Larosière

é preciso não perceber na...

madoff

consciência da impunidade

Portugal novo

já não era sem tempo

ó patego olh'ó balão

a cimeira europeia

tu quoque

isto é uma vergonha (5) "...

lá e cá, a Máfia

anomia

supervizinha

isto é uma vergonha (4) V...

invasão dos bárbaros

accionistas masoquistas

yes we can!

isto é uma vergonha (3) F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds