O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum
Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008
As Lages ainda são Portugal ? ? ?
 
Quando lhe perguntaram no Parlamento sobre os voos da CIA que fizeram escala na Lages transportando centenas de prisioneiros para Guantanamo, Sócrates respondeu peremptório (ele é sempre peremptório ... ) que nunca lhe foi pedida autorização e nunca a deu.
 
Pois ...
 
Mas, a verdade é que esses voos e esses prisioneiros fizeram mesmo escala nas Lages, sem que alguém tenha informado ou pedido autorização às autoridades portuguesas ... e sem que estas se tivessem interessado ou tido interesse em saber.
 
Pois bem ...
 
Isto significa que, na Base das Lages, as autoridades portuguesas já não mandam ... nem querem mandar ... e nem sequer se interessam pelo que lá se passa. As autoridades portuguesas demitiram-se da soberania sobre aquela parte do território.
 
E daí ...
 
Importa perguntar a alguém que responda ... talvez ao Presidente da República ... se as Lajes ainda são Portugal?
 


publicado por commonsense às 20:19
link do post | comentar | favorito
|

8 comentários:
De fanicos a 2 de Fevereiro de 2008 às 15:35
Portugal ainda existe ?


De Mac Adriano a 3 de Fevereiro de 2008 às 16:47
Mais do que saber se as Lajes ainda existem, e aproveitando a dúvida do comentador anterior, também gostava de saber é se Portugal, verdadeiramente, ainda existe.


De commonsense a 4 de Fevereiro de 2008 às 19:38
Boas perguntas !
Desde que commonsense existe e até 1974, Portugal foi um império em fim de vida.
De 1974 a 1986, foi uma república das bananas.
Desde então é um estado Membro de UE.
Foi três coisas diferentes em pouco mais de meio século..
Mas a questão que commonsense põe é se está a passar a ser um colónia do USA, ao modo do Porto Rico ou de Cuba antes do Fidel.
Mas a questão é a seguinte: as Lages, primeiro foram ocupadas, depois arrendadas, agora já nem pagam renda. Qualquer dia somos nós que pagamos para ter os "gringos" lá !


De fanicos a 7 de Fevereiro de 2008 às 23:34
Não me parece que Portugal venha a ser uma colónia dos Estados Unidos, á moda do que é que seja.
Portugal JÁ É uma colónia duma coisa a que chamam "europa", e que eu não compreendo o que seja.
Os Açores eram parte integrante de Portugal. Agora, paceque que já pertence a essa "coisa".
E ainda não foi ractificado o Tratado de S. Bento. Aquele que só obriga os deputados. Que nunca foram mandatados para tal.
Se Portugal ainda existe, é na clandestinidade.


De fanicos a 7 de Fevereiro de 2008 às 23:43
Onde escrivi "paceque", queria escrever "parece que".
Por enquanto a língua portuguesa ainda não foi saneada pela ASAE. Apesar do "acordo (des)ortográfico.


De padeiradealjubarrota a 8 de Fevereiro de 2008 às 21:27
Ao que se chegou. Só falta o Jardim dar indepêndencia à Madeira e o Algarve dar o grito do ipiranga, para ficarmos numa jangada a navegar...


De fanicos a 9 de Fevereiro de 2008 às 19:00
Portugal (Algarve incluido), Açores e Madeira, davam um bom arquipélago.
O Reino Unido também não está ligado ao continente, e não se dá nada mal.
Só veja um probelma: como afundar a Espanha ?


De commonsense a 23 de Fevereiro de 2008 às 22:02
Para afundar a Espanha basta aplicar-lhe a receita do Kosovo.


Comentar post

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

de volta para o Blogger

o bastonário

broken windows

inocência

o bastonário

o regular funcionamento d...

Sócrates tem mesmo de ser...

bloco central revisited

o bairro da bela vista

um só Deus para tanta gen...

isto é uma vergonha (8) a...

SAP - sociedades anónimas...

a Chrysler faliu

viragem de rumo na Islând...

o Diário de Notícias e o ...

europeias 4 - o debate na...

the fool on the hill

europeias 3

combustíveis, concorrênci...

Vincent van Gogh

cego, surdo e mudo

sem eira nem beira

europeias 2

nem às paredes confesso.....

isto é uma vergonha (7) a...

candura

a sida, o comportamento s...

o bastoneiro da desordem

isto é uma vergonha (6) o...

Jennifer Junniper (Donova...

a saga do provedor

pinho & lino

o relatório Larosière

é preciso não perceber na...

madoff

consciência da impunidade

Portugal novo

já não era sem tempo

ó patego olh'ó balão

a cimeira europeia

tu quoque

isto é uma vergonha (5) "...

lá e cá, a Máfia

anomia

supervizinha

isto é uma vergonha (4) V...

invasão dos bárbaros

accionistas masoquistas

yes we can!

isto é uma vergonha (3) F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds