O maior défice do País não é financeiro, nem é democrático, talvez seja neuronal, mas é concerteza de senso comum
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007
Casa Pia 2 - salvem as crianças

 

Acabei de assinar a peticção a favor da defesa das crianças, dirigida o Presidente da República.

 

Peço a todos os que entrarem neste blog que o façam e que a assinem e divulguem, pedindo a todos os outros que façam o mesmo. Se cada um de nós agir neste sentido, creio que pelo menos uma criança poderá ser salva. E isso já será uma enorme vitória!

 

As violências sexuais sobre crianças, o seu tráfico, o seu aproveitamento lucrativo, a sua escravidão e tortura são repugnantes e criminosos. Têm de ser combatidos com pertinácia e sem desfalecimento.

 

O site da petição é o seguinte:

 

http://www.petitiononline.com/criancas/petition.html 

 

 



publicado por commonsense às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Sábado, 24 de Novembro de 2007
Eurosceptics...
 
As far as I remember, some years ago (not many), when the value of the Euro went down to .85 to the Dollar, Eurosceptics all around were predicting its death for being too week.
 
Now the same Eurosceptics are doing the same prediction for its being to strong.
 
Taking into account that the Sterling and the Euro are keeping their relative value more or less stable, one should come to the conclusion that the Dollar is collapsing, not the Sterling and the Euro.
 
Something really disagreeable will probably happen, in the US, not in Europe.
 
Foi uma resposta que dei a um blog de discussão do Daily Telegraph (leading jornal conservador inglês) em que se discutia se a alta do Euro iria provocar o desmembramento da UE. Publiquei também no meu blog Europa.
 
Por solicitação de um comentador, aí vai em Português (língua falada por mais de 200 milhões de pessoas, muito bela, rica e sofisticada, e que J. Bush considera irrelevante):
 
Tanto quanto me recordo, há alguns anos (não muitos), quando o valor do Euro baixou até 0,85 do Dólar, Eurocépticos de todos os lados previram a sua morte por ser demasiado fraco.
   
Agora, os mesmos Eurocépticos prevêm a mesma coisa, mas por ser demasiado forte.
 
Tendo em atenção que a Libra e o Euro têm mantido o seu valor relativo mais ou menos estável, deve concluir-se que é o Dólar que está em colapso, e não a Libra ou o Euro.
 
Algo de realmente desgradável irá provavelmente acontecer, mas nos Estados Unidos e não na Europa. 
   
Como diz o velho ditado português: preso por ter cão... preso por não ter!


publicado por commonsense às 19:57
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007
a tentação totalitária de Correia de Campos
 
Correia de Campos quer forçar a Ordem dos Médicos a alterar o Código deontológico para não dificultar a política de saúde (?) abortiva do Governo.
 
O Código Deontológico da Ordem dos Médicos, de acordo com o Juramento de Hipócrates, proíbe o aborto não terapêutico.
 
A Ordem dos Médicos faz bem em resistir. Também o Nazismo fez tábua rasa da deontologia médica e do Juramento de Hipócrates ao proceder a experiências em cobaias humanas nos campos de concentração. Durante alguns anos conseguiu o que queria, mas acabou por ser vencido.
 
A imposição pelo Governo do conteúdo do Código Deontológico da Ordem dos Médicos é uma prática totalitária e perigosa.
É totalitária porque assume o Governo como titular exclusivo de toda a ética e quer impô-la pela força.
É perigosa porque abre a porta a tudo o que qualquer governante se lembre de querer fazer.
Contra a iniciativa de Coreia de Campos é lícito o direito de resistência, consagrado no artigo 21º da Constituição, porque ofende os direitos da Ordem dos Médicos e dos próprios Médicos à liberdade de consciência e o direito à objecção de consciência, previstos no artigo 41º da Constituição.
 
No caso, não é possível recorrer à autoridade pública, por que é ela, a autoridade pública, a autora da agressão.
 
Aos médicos que continuem a reclamar-se da ética hipocrática - e esses são os verdadeiros médicos - resta resistir, fazer objecção de consciência, recusar, fazer resistência passiva.
 
A loucura totalitária de Correia de Campos, como todas as loucuras totalitárias, há-de ter um fim.
 


publicado por commonsense às 22:49
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 6 de Novembro de 2007
Casa Pia 1

Com este post começa uma campanha. Sim, uma campanha, que vai ser sistemática e permanente, duradoura e incómoda, de ou vai ou racha, para não deixar que o caso Casa Pia fique em águas de bacalhau.

Nesta campanha, vou apelar, ao Presidente da República, esmolar, exigir, chatear, solicitar, requerer, implorar. Vou também respondabilizar o Presidente da República por que se faça justiça no caso Casa Pia.

  

Porquê ao Presidente?

Porque se está a caminho de o abafar o caso Casa Pia

Porque já não há imprensa livre nem oposição que não o deixem adormecer

Porque é o mais hediondo crime cometido em Portugal durante a minha vida

E também - last but not least - porque o mais culpado dos réus no caso Casa Pia é a República Portuguesa.

 

Foi a República Portuguesa que tirou crianças de casa, supostamente porque tinham situações familiares más, para as meter naquele inferno.

Foi a República Portuguesa que permitiu que se montasse na Casa Pia aquele inferno

Foi a República Portuguesa que permitiu que nela se mantivesse aquele inferno

Foi a República Portuguesa, através daquele Ministro e daquele Secretário de Estado que geriu a Casa Pia e permitiu que se instalasse nela uma aberrante e hedionda máquina de pedofilia e de tráfego sexual de crianças.

Foi a República Portuguesa, através do seu Parlamento que acabou de legislar alterações aos Códigos que dificultam que se faça justiça no caso Casa Pia e foi o mesmo Parlamento que recebeu em triunfo o inacreditável Pedroso. 

É a República Portuguesa, com o seu Tribunal e a sua Juíza tíbia que se prepara para branquear os crimes e os criminosos do caso Casa Pia.

   

O Presidente da República é o presidente da ré.

Não pode deixar de fazer tudo o que estiver ao seu alcance - e é muito o que está ao seu alcance - para não permitir que se consuma o branqueamento do caso Casa Pia.

 

 


tags:

publicado por commonsense às 19:21
link do post | comentar | ver comentários (43) | favorito
|

blogs SAPO
mais sobre mim
visitas
subscrever feeds
links
pesquisar
 
posts recentes

de volta para o Blogger

o bastonário

broken windows

inocência

o bastonário

o regular funcionamento d...

Sócrates tem mesmo de ser...

bloco central revisited

o bairro da bela vista

um só Deus para tanta gen...

isto é uma vergonha (8) a...

SAP - sociedades anónimas...

a Chrysler faliu

viragem de rumo na Islând...

o Diário de Notícias e o ...

europeias 4 - o debate na...

the fool on the hill

europeias 3

combustíveis, concorrênci...

Vincent van Gogh

cego, surdo e mudo

sem eira nem beira

europeias 2

nem às paredes confesso.....

isto é uma vergonha (7) a...

candura

a sida, o comportamento s...

o bastoneiro da desordem

isto é uma vergonha (6) o...

Jennifer Junniper (Donova...

a saga do provedor

pinho & lino

o relatório Larosière

é preciso não perceber na...

madoff

consciência da impunidade

Portugal novo

já não era sem tempo

ó patego olh'ó balão

a cimeira europeia

tu quoque

isto é uma vergonha (5) "...

lá e cá, a Máfia

anomia

supervizinha

isto é uma vergonha (4) V...

invasão dos bárbaros

accionistas masoquistas

yes we can!

isto é uma vergonha (3) F...

arquivos

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Agosto 2005

Junho 2005

Maio 2005

tags

aborto baby-killers

american soft power

baby killers

baby killers 4

berlusconi

burocracia

casa pia

crianças

crianças; casa pia

crise

cultura

dinheiro

economia

esperança; política; desporto

ética

europa

freeport

fumar

guerra

islão

justiça

kosovo

natal

negócios

nuclear

ota

país

paz

pinho&lino

política

ps

psd

religião

renditions

saúde

sida

sixties

sociedade

socretinos

tabaco

universidade

todas as tags

subscrever feeds